CANTO CISTERCIENSE EM CONCERTO NO MOSTEIRO DE SÃO JOÃO DE TAROUCA

No próximo dia 10 de setembro, pelas 22h00, o Mosteiro de São João de Tarouca vai recuar a tempos longínquos, quando a oração ainda ditava a organização do tempo no seio das comunidades monásticas. É exatamente um regresso às origens que o Vale do Varosa promove, num evento inovador que, com base em investigação científica, recria o ambiente sonoro e visual da oração cisterciense nesse espaço de excelência que era e continua a ser a Igreja do Mosteiro de São João de Tarouca.

Oportunidade única de “entrar” no seio da vivência cisterciense, uma vez que os mosteiros cistercienses ainda em funcionamento continuam a cumprir todos os rituais, mas, de acordo com a Regra, à porta fechada, os participantes neste concerto irão assistir a uma reconstituição histórica do momento que os monges professos mais se aproximavam de Deus, com a chancela da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e a garantia da direção artística de Manuel Pedro Ferreira, docente, investigador e diretor do CESEM – Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical.

O cadeiral do Mosteiro de São João de Tarouca vai, por isso, preencher-se novamente de monges, numa proposta que o projeto Vale do Varosa espera que seja irrecusável e a que junta ainda, a partir das 16h00, uma visita especializada ao Mosteiro de São João de Tarouca e Horto Monástico, onde não faltará um chá gelado, e a oferta de um cartão de acesso livre, durante todo o fim de semana, à Rede de Monumentos Vale do Varosa e Museu de Lamego.

Está lançado o desafio e a receita para mais um evento que se pretende que venha a ser de referência e que, ao mesmo tempo, aposta na divulgação do património cultural da região.

O concerto de Canto Cisterciense é uma iniciativa do Museu de Lamego, projeto Vale do Varosa e Município de Tarouca, com o apoio da Liga dos Amigos do Museu de Lamego e Associação Inovterra.

 

CONDIÇÕES E INSCRIÇÕES…

CantoCisterciense_CartazA4 (725x1024)